Qualidade de vida e condicionamento físico. Razões para pensar mais em você

Obter mais qualidade de vida e um melhor condicionamento físico com certeza está nos planos da maioria das pessoas para o início de ano. É um período natural de autoanálise e muita reflexão.

Embora muitas vezes qualidade de vida seja utilizada como uma expressão da moda, sua importância é mais do que sabida. Aliás, ela pode ser diretamente associada ao conceito atual de saúde: “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de doenças”. Possuir saúde ou qualidade de vida é ser capaz de desenvolver o nosso potencial no dia a dia.

Treino de Jiu-jitsu em família - GB Icaraí Niterói

Nesse sentido, fica clara a relação entre qualidade de vida e condicionamento físico. O desenvolvimento de nosso potencial, o bem estar diário nas áreas profissional, afetiva, social e psicológica, tem início em um bom condicionamento físico.

Qualidade de vida e condicionamento físico: por que pensar mais em você?

Um estudo realizado por Thomas Plante e Judith Rodin, no final dos anos 80 relaciona à atividade física regular à melhora do humor, do bem estar psicológico, da autoestima e do conceito que fazemos de nós mesmos. Contribui ainda para a diminuição da ansiedade, do stress e mesmo da depressão. A conclusão já era conhecida: “mens sana in corpore sano” (mente sã em corpo saudável).

Em nossas escolas de Jiu-jitsu em Niterói (GB Icaraí e GB Santa Rosa) realizamos uma pesquisa que resultou em um dado interessante: a maioria dos nossos alunos iniciou seus treinos de Jiu-jitsu com o objetivo de melhorar o seu condicionamento físico. São pessoas que compreenderam a importância de incorporar a atividade física em suas rotinas e o quanto isso reflete em sua qualidade de vida.

Se, como a maioria das pessoas, você também fez planos sobre ter mais de qualidade de vida e um melhor condicionamento físico dê o primeiro passo: busque o auxílio de profissionais qualificados e um ambiente onde você sinta-se confortável.

Esperamos que ao final do ano você tenha novos objetivos para definir e sinta-se satisfeito por ter feito mais por você.

Publicado em 23 de janeiro de 2019 por